Freguesia
Localização, mapa da Freguesia, as povoações, o lugar, as quintas e o rio Dão.
Mapa da Freguesia
 
 
A Freguesia de Alcafache pertence ao Concelho de Mangualde. Fica situada no centro da Beira Alta, na margem esquerda do rio Dão e ocupa uma área de 12,94 quilómetros quadrados, ao longo da qual se estendem as povoações de Aldeia de Carvalho, Banho, Casal Mendo, Casal Sandinho, Mosteirinho e Tibaldinho, o lugar do Peso e as quintas dos Bacelos, da Carvalha, de Sª Eufémia, da Igreja, das Lombas, da Marinha, do Pinheiro, das Poldras, da Redonda, de Santa Marta e do Taladoiro.
 
A nossa Freguesia confina com as freguesias de Fornos de Maceira Dão e de Lobelho do Mato, do Concelho de Mangualde; com as freguesias de Vilar Seco e Santar, do Concelho de Nelas, e com a freguesia de S. João de Lourosa, do Concelho de Viseu.
 
 
Rio Dão frente à povoação do Banho
 
 
Somos banhados pelo rio Dão, o rio que há mais de 100 anos, desde 1908, dá o seu nome à região demarcada e protegida do "vinho do Dão". Ele nasce na Freguesia de Eirado, mais propriamente na Barranha, Concelho de Aguiar da Beira, Distrito da Guarda, na região dos planaltos de Trancoso - Aguiar da Beira, numa zona em que a altitude oscila entre os 714 metros e os 757 metros e que faz parte da Região do Planalto Beirão.
 
O percurso é feito no sentido Nordeste - Sudoeste e, ao longo dele, tem a Barragem de Fagilde no seu fio de água e atravessa ou demarca os limites dos concelhos de Aguiar da Beira, Penalva do Castelo, Mangualde, Nelas, Viseu, Carregal do Sal, Tondela e Santa Comba Dão.
 
Nas águas do Dão, entre Santar e Alcafache, segundo a Carta Piscícola Nacional os piscicultores podem encontrar sobretudo o barbo-comum (Barbus bocagei), a boga-de-boca-aberta (Chondrostoma polylepis) e a enguia (Anguilla anguilla).
 
O Dão desagua no Rio Mondego, em plena albufeira da Barragem da Aguieira, nos limites dos concelhos de Santa Comba Dão, Mortágua e Penacova, depois de percorrer cerca de 92 quilómetros. Os seus principais afluentes são o Rio Carapito, Ribeira de Coja, o Rio Sátão, o Rio Pavia e o Rio Criz.